Archive for Setembro, 2010

h1

Spreadthesign

Setembro 30, 2010

Língua Gestual Portuguesa… sempre me fascinou essa forma de comunicar… colocar palavras nos nossos gestos e diminuir assim o abismo que se pode criar no diálogo com uma pessoa surda.

Há uns anitos atrás cheguei mesmo a tirar um mini-curso de iniciação a LGP, mas fiquei-me por aí. Um dia destes embarco em nova aventura e bem mais séria. Afinal, tendo em conta a minha profissão até seria bem útil e gratificante.

Descobri hoje este site e nada melhor que o partilhar para quem tem curiosidade nesta área.

Spreadthesign (Spread-the-sign ou “espalhe esta forma de comunicar”) é um projecto piloto suportado pela União Europeia. Basta introduzirmos uma palavra e é-nos mostrado o respectivo gesto. Muito giro 😀

Spreadthesign

h1

Inglês Técnico… nota 20

Setembro 30, 2010

Este tema já é velhinho, mas de vez em quando sabe bem dar umas gargalhadas ao relembrá-lo. Ontem a propósito das novas medidas de austeridade, em navegações pela Internet lá encontrei estas pérolas.

Soltem lá uma gargalhada 😉

Depois desta magnífica prova escrita vamos ouvir com atenção o nosso primeiro ministro a discursar na Columbia University… em bad english hihihihi

h1

Mais um aperto de cinto…

Setembro 29, 2010

E vieram as más notícias. Lá vamos nós apertar novamente o cinto…

Será que mesmo com todos os apertos o Governo continua a insistir com o TGV? E agora ainda querem gastar 5 milhões em blindados novos, apesar de não serem necessários… Onde estão os cortes necessários? Ah pois… já me esquecia… o povo é que tem de arcar com tudo…

É triste viver num país que cada dia se afunda mais por incompetência de certas pessoas que só gostam de aparecer bem no ecrã da televisão.

h1

“Adoro-te… à distância” vs “Depois da vida”

Setembro 28, 2010

Sábado passado foi dia de ida ao cinema. Digo à menina da bilheteira que era para o filme “Adoro-te… à distância”.

Entramos na sala que nos indicaram e o filme demorou mais do que era suposto a iniciar, mas com a conversa o tempo foi passando. E uns 15 minutos depois da hora marcada, começa um filme para o qual não tínhamos supostamente comprado bilhetes. LOL Lá fui eu ver o bilhete e surpresa surpresa… O bilhete estava correcto para a sala em questão… o filme é que não era o que pedimos na bilheteira.

E pronto… Lá se viu “Depois da vida”. Filme razoável, mas sem nada de muito especial.

A menina da bilheteira deve ter achado que eu não precisava de ver uma comédia naquele dia, mas sim um filme de mistério e drama. É que tem tudo a ver… até o título.

Espreitem os trailer’s e digam lá qualquer coisa 😉

Depois da vida

Sinopse: Uma jovem rapariga está presa entre a vida e a morte, e o dono da funerária que aparentemente tem o dom de comunicar com os mortos, tem objectivos macabros para atingir.

Adoro-te… à distância

Sinopse: Erin e Garret conhecem-se, uma noite, num bar e acordam juntos na manhã seguinte. Ambos sentem uma enorme química, mas pensam que será apenas um romance de Verão, dado que Erin voltará para San Francisco e Garret ficará em New York. Contudo, as seis semanas seguintes que passam juntos revelam-se fantásticas, e nenhum dos dois quer separar-se um do outro. A relação começa a desenvolver-se e o casal tenta a todo o custo suportar a distância que os separa, porque podem ter encontrado o amor…


“Adoro-te… à distância” fica para uma próxima ida ao cinema 🙂 de preferência sem mais enganos… LOL

h1

I wish…

Setembro 27, 2010

Até gostava de passar menos a ferro, cozinhar, limpar, etc… mas nunca deixar de ser mulher 😀

O cartoon tem a sua piada, se bem que hoje em dia os homens ajudam muito mais em casa e espero que assim continue. hihihi

h1

Amar teus olhos

Setembro 25, 2010

Podia com teus olhos
escrever a palavra mar.
Podia com teus olhos
escrever a palavra amar
não fossem amor já teus olhos.

Podia em teus olhos navegar
conjugar os verbos dar e receber.
Podia com teus olhos
escrever o verbo semear
e ser tua pele
a terra de nascer poema.

Podia com teus olhos escrever
a palavra além ou aqui
ou a palavra luar,
recolher-me em teus olhos de lua
só teus olhos amar.

Podia em teus olhos perder-me
não fossem, amor, teus olhos,
o tempo de achar-me.

De Carlos Melo Santos, em “Lavra de Amor”

h1

Bolo de leite

Setembro 25, 2010

Ontem foi dia de fazer festa surpresa à mãe. De tarde lá me pus a preparar um bolo com a esperança de que saísse bom 😀 Tudo foi combinado em segredo para a surpresa ser mesmo surpresa. Aqui fica a receita que usei:

“Para fazer este bolo de leite basta misturar/envolver/bater os seguintes ingredientes e levar ao forno a 200º durante cerca de meia hora:
6 ovos
3 chávenas de açúcar
3 chávenas de farinha
1 chávena de leite
meia chávena de óleo
1 colher de chá de fermento”
O resultado final não foi nada mau. Depois de o enfeitar com todo o cuidado a obra prima ficou assim…

Vai uma fatia? 😉