Archive for the ‘Leitura’ Category

h1

Quoting Nicholas Sparks

Dezembro 12, 2010

“I don’t know that love changes. People change. Circumstances change.” Nicholas Sparks

 

Eu acrescentaria… as pessoas e as circunstâncias mudam… muitas das vezes devido a esse sentimento… o amor.

h1

Prémio Nobel da Literatura 2010

Outubro 7, 2010

Mario Vargas Llosa é o Prémio Nobel  da Literatura de 2010, foi anunciado hoje, em Estocolmo, pela Academia Real de Ciência.

“pela sua cartografia das estruturas de poder e pelas suas imagens mordazes da resistência, revolta e derrota dos indivíduos”, by  Academia

Confesso que desconheço as obras deste escritor peruano. Do seu nome apenas me soou a familiar o sobrenome Llosa… Fez-me lembrar Ilse Losa, pois em tempos li “O mundo em que vivi”. Mas sem ligação alguma.

Depois de uma pesquisa pelo site do Jornal Expresso, aqui fica a lista de livros deste autor, publicados em Portugal:

  1. “A Guerra do Fim do Mundo” (Bertrand, 1984)
  2. “História de Mayta” (D. Quixote, 1987)
  3. “A cidade e os cães” (Europa-América, 1977/ Dom Quixote, 2002)
  4. “Quem matou Palomino Molero?” (Dom Quixote, 1988)
  5. “Elogio da madrasta” (Dom Quixote, 1989)
  6. “O falador” (Dom Quixote, 1989)
  7. “A tia Júlia e o escrevedor” (Dom Quixote, 1988)
  8. “Pantaleão e as visitadoras” (Europa-América, 1975/ Dom Quixote. 2001)
  9. “Conversa na catedral” (Europa-América, 1972/ Dom Quixote, 1997)
  10. “Como peixe na água: memórias” (Dom Quixote, 1994)
  11. “Lituma nos Andes” (Dom Quixote, 1994)
  12. “A guerra do fim do mundo” (Círculo de Leitores, 1995)
  13. “Cadernos de Dom Rigoberto” (Dom Quixote, 1998)
  14. “Cartas a um jovem romancista” (Dom Quixote, 2000/ Círculo de Leitores, 1999)
  15. “A festa do chibo” (Dom Quixote, 2001/ Círculo de Leitores, 2001)
  16. “A casa verde” (Dom Quixote, 2002)
  17. “O paraíso na outra esquina” (Dom Quixote, 2003)
  18. “A tia Júlia e o escrevedor” (Dom Quixote, 2003)
  19. “Travessuras da menina má” (Dom Quixote/ Círculo de Leitores, 2006)
  20. “Israel Palestina: paz ou Guerra Santa” (Quasi, 2007)
  21. “Diário do Iraque” (Quasi, 2007)
h1

O Desejo Supremo – Pablo Neruda

Setembro 14, 2010

“Viver serenamente, sem nunca se alterar,
Uma vida iluminada pela luz do amor,
E ter para todas as ilusões desfeitas
A pequena tristeza duma pequena dor…

Ter no olhar, serenamente puro,
O poder e o prestígio de alguma elevação
E sentir na alma a elevação da altura
E umas sagradas ânsias de purificação…

E ter para todos os seres e coisas
Uma doce alegria, risonha e generosa,
Perfumada com a funda satisfação de viver…

Então, só então, viver serenamente,
Sem nunca se alterar e suavemente
Na mansa doçura de uma tarde partir… “

Pablo Neruda

h1

Conjugação do verbo ter

Outubro 16, 2008

O erro com que me deparei esta semana… TENHEM… desde quando isso existe??? Professores de português toca a ensinar melhor esses meninos 😉 hihihihi

Depois de comentar este erro com uma certa pessoa ( não divulgo o nome senão ele vira figura pública lol ), eis que ele me proporciona o segundo erro da semana… Afinal deixou de ser TENHEM e passa a ser TEEM.. looool

TEEM não existe… o correcto é TÊM

Mas há quem ainda não se acredite em mim… Tanto que virou aposta hihihihi

Para quem precisar de um dicionário online sempre à mão, aqui fica um link que dá muito jeito… Infopedia!!

h1

Ser professor

Outubro 5, 2008

Porque hoje é o dia mundial do professor… Para todos eles… Eu incluída 🙂

“Ser professor é ser artista,

malabarista,

pintor, escultor, doutor,

musicólogo, psicólogo…

É ser mãe, pai, irmã, avó,

é ser palhaço, estilhaço,

espantalho, bagaço…

É ser ciência e paciência…

É ser informação,

é ser acção.

É ser bússola, é ser farol,

é ser luz, é ser sol.

Incompreendido?… Muito.

Defendido? Nunca.

O seu filho passou?…

Claro, é um génio.

Não passou?

O professor não ensinou.

Ser professor…

É vício ou vocação?

É outra coisa…

É ter nas mãos o mundo de amanhã.

Amanhã

os alunos vão-se…

E, o mestre, de mãos vazias,

fica com o coração partido.

Recebe novas turmas,

novos olhinhos ávidos de cultura.

E ele, o professor

vai desejando

com toda a ternura,

o saber, a orientação

nas cabecinhas novas

que amanhã

luzirão no firmamento da pátria.

Fica a saudade…

A amizade.

O pagamento real?

Só na eternidade.”

Autor Desconhecido

h1

Elogio ao amor puro – MEC

Setembro 2, 2008

“Parece-me que já ninguém se apaixona de verdade. Já ninguém quer viver um amor impossível. Já ninguém aceita amar sem uma razão. Hoje as pessoas apaixonam-se por uma questão de prática. Porque dá jeito. (…) Já ninguém aceita a paixão pura, a saudade sem fim, a tristeza, o desequilíbrio, o medo, o custo, o amor, a doença que é como um cancro a comer-nos o coração e que nos canta no peito ao mesmo tempo?”

Elogio ao Amor Puro – Miguel Esteves Cardoso

 

Agora a minha versão deste elogio ao amor puro…

Eu acredito que ainda existam pessoas que se apaixonem de verdade. Que queiram viver um amor impossível. Que aceitam amar sem uma razão específica, porque simplesmente amam… Nada de questões práticas ou comodismos, mas sim o sentimento mais puro que pode ser o Amor. Aceitam-se paixões puras, saudades do tamanho do mundo, a tristeza por não estar ao lado daquela pessoa, o medo de a perder… Tudo isso se aceita porque sem todo esse turbilhão de sensações nada é vivido intensamente.

Princípes encantados não… mas pessoas especiais existem… 😉

h1

A Conspiração – Dan Brown

Agosto 10, 2008

Este livro já por cá andava à uns dias em cima da secretária prontinho para eu o começar a ler. Outros afazeres impediam que eu o começasse a devorar. E foi o que aconteceu desde quinta-feira. Hoje terminei-o e achei-o simplesmente fenomeal.

É a segunda vez que leio um livro de Dan Brown. Este autor pode ser desconhecido de muitas pessoas, mas muitas delas já devem ter ouvido falar de O Código Da Vinci. Dan Brown é o autor de O Código Da Vinci que posteriormente foi adaptado para o cinema. Apesar de ter visto o filme, confesso que ainda não li o livro, mas ainda o hei-de fazer, pois aposto em como é muito melhor que o filme…

Aqui fica uma sugestão minha… Aproveitem um tempinho livre e percorram as páginas escritas por este autor. Simplesmente fabulosa a maneira como escreve e o suspense que cria nas suas histórias. Um dos meus autores favoritos 🙂

Aqui fica a sinopse do livro…

Quando um satélite da NASA descobre um estranho objecto enterrado nas profundezas do gelo Árctico, a agência espacial vangloria-se de uma vitória de que muito necessita – uma vitória com profundas repercussões para a política interna da NASA e para a futura eleição presidencial. Para verificar a autenticidade da descoberta, a Casa Branca chama a especialista dos Serviços Secretos, Rachel Sexton. Acompanhada por uma equipa de peritos, que conta com o carismático erudito Michael Tolland, Rachel viaja para o Ártico e desvenda o impensável: um fraude científica.
Trata-se de uma conspiração audaz para lançar o mundo num vórtice de controvérsia. Mas, antes de avisarem presidente, Rachel e Michael caem na emboscada duma equipa de assassinos. Tentam salvar a vida numa paisagem letal e inóspita, mas a única esperança de sobrevivência é descobrirem o cabecilha desta terrível conspiração.
Quando se descobre a verdade, é a mais espantosa conspiração de todas.

Um livro 5 ***** 😉